Tire as dúvidas de todas as etapas da obra em Steel Frame: passo a passo definitivo

Curta no Facebook e saiba tudo sobre Construção à Seco!

O sistema Light Steel Frame é flexível. Aceita diversos tipos de materiais e é capaz de reproduzir qualquer necessidade de projeto que o cliente necessitar. Entenda aqui o processo de construção Steel Frame: passo a passo.

Está caindo no gosto cada vez mais dos arquitetos, engenheiros e clientes finais de todo o Brasil. Algumas regiões já estão aceitando mais, outras naturalmente mais desconfiadas demoram um pouco para perceber a qualidade do sistema. Mas é um caminho sem volta. Assim como o drywall, a construção a seco tem forte tendência de tomar conta da construção civil do país. 

Vamos conhecer as etapas da obra, passo a passo, para entender melhor como funciona a construção.

Base – Fundações

Por ser um sistema muito leve (uma das principais características), o Steel Frame não precisa de grandes estruturas para sustentar a construção total. O sistema também distribui as cargas em toda a sustentação, tornando ainda menos necessária a construção de grandes bases.

A principal fundação e mais utilizada no Brasil atualmente é o radier

É um sistema de fundação rasa que cria um aspecto final de uma placa grande ou laje de concreto armado que abrange toda a área da construção onde será levantado o Steel Frame posteriormente. Este sistema fica em contato diretamente com o chão, que deve ser previamente nivelado, capturando assim as cargas dos pilares e paredes da obra total.

Para executar o radier deve-se construí-lo em uma área um pouco maior do que a casa ou prédio que vai ser levantado ali. É feito uma camada de brita para proteger o ferro que será utilizado e na volta são colocadas formas de madeira com largura de 10 cm aproximadamente para moldar o tamanho da fundação. Depois basta preencher com concreto e deixar curar para construir acima dele.

Imagens de Radier

Não tão habitualmente utilizada, mas é também uma opção de fundação é a sapata corrida.

É um tipo de fundação contínua que recebe a carga das paredes e apoia-se diretamente sobre o solo. Tem forma de viga e pode ser feita de concreto armado ou simples. É construída sobre uma camada de concreto fino, tendo como primeiro passo para sua construção a abertura de uma fenda de 20 cm de largura além da espessura das paredes que serão construídas. A largura total dela não pode ser menor que 40 cm ou ultrapassar um metro.

Imagens de Sapata Corrida

Estrutura – Paredes 

Nessa etapa começa a parte que realmente é característica do sistema Steel Frame

As paredes podem ser feitas de algumas formas, todas envolvendo aço galvanizado na composição. 

Podem ser construídas a partir de perfis inteiros, todos do mesmo tamanhos, com os cortes e montagem dos painéis de aço sendo realizados no canteiro de obras. Esse tipo de perfil é chamado de perfil tradicional ou comercial no mercado. Também podem ser montados e cortados conforme o projeto em local diferente da obra e levados ao canteiro prontos. 

Também os painéis podem ser montados com o chamado perfil engenheirado. Esse tipo de perfil é cortado por uma máquina especializada em Steel Frame e vai para obra sob medida (cortado e pré-perfurado) para o projeto que será realizado. 

Algumas marcas de máquinas já entraram no mercado do Brasil, com destaque para a Framecad que é a mais presente. Mas ótimas máquinas também já estão sendo utilizadas, como a Howick, Crupe e Pinnacle

O vídeo abaixo mostra a fabricação de perfis engenheirados por máquina especializada em Steel Frame:

 

Os painéis de aço juntamente com fitas de aço e painéis OSB dão contraventamento ao sistema e são estruturais, dependendo de cálculo de engenheiro especializado para distribuir as cargas no sistema.

O conceito de sistema estrutural é dividir as cargas em um maior número de painéis de aço. Cada um é projetado para receber uma pequena parte de carga, o que permite o uso de perfis leves (daí o nome Light Steel Frame) fabricados com chapas finas de aço (espessura mínima de 0,8 mm). A modulação dos perfis é de 4o cm cada, ou cada 60 cm em alguns casos em que a carga permite.

Imagens de Estrutura Steel Frame

estrutura2

Laje 

A laje do sistema Steel Frame também é composta por uma construção a seco.

É construída a partir de vigas feitas com o mesmo aço leve de todo o sistema, mas com espessura maior para dar mais resistência, dependendo do peso que seja necessário suportar. 

Acima da estrutura, pode ser instalados Painéis OSB de 18 mm no mínimo, ou ainda Painel Wall de 23 mm ou 40 mm, dependendo do caso. O Painel Wall de 40 mm suporta até meia tonelada por m2. Feita com a estrutura correta, é capaz de ser utilizado em situações onde se exija muito peso na laje, como uma concessionária de carros. Também pode ser variado o sistema de aço leve com aço pesado para diminuir a quantidade do produto na obra, economizando no valor final e possibilitando menos uso de aço.

O Steel Frame permite que na parte inferior à laje (entrepiso), sejam feitas todas as instalações elétricas e hidro-sanitárias, além das isolações térmicas e acústicas, o que proporciona excelente conforto entre os ambientes. Essas instalações serão escondidas pelo forro drywall no decorrer da obra.

Existe também a laje mista, que é composta por produtos que fogem da construção a seco, pois são preenchidas com concreto após serem feitas formas.

Imagens de Laje Steel Frame

Cobertura 

A cobertura ou o telhado é construído com o mesmo aço leve, composto de tesouras e terças, nas mesmas opções das paredes: aço tradicional ou engenheirado.

Acima do aço, são instaladas placas OSB, preferencialmente aluminizados na parte inferior para gerar melhor conforto térmico. 

O sistema de telhado é também ventilado, com a ação da cumeeira que permite que o ar renove dentro dos painéis e areje, substituindo o ar quente.

Esse tipo de cobertura protege a edificação e os habitantes dela das intempéries do tempo, além de possuir uma excelente estética quando instaladas as Telhas Shingle ou Telhas Americanas, como também são conhecidas.

Imagens de Telhados Steel Frame e Telhas Shingle

Revestimentos Externos

Os revestimentos externos podem ser diversos. O Steel Frame proporciona várias opções de aspectos visuais e eficientes aos projetos. 

O visual pode ser conhecido melhor em nosso post sobre: Qual revestimento externo utilizar no Steel Frame?

Já sobre a eficiência, dependendo do mix de produtos utilizados, as paredes podem ter melhor conforto térmico ou acústicos ou menos. Por exemplo, se é utilizado no sistema paredes com placas OSB duplas, mais lã de vidro ou lã de rocha de alta densidade no interior e até drywall duplo, o conforto será excelente e pode ser utilizado em obras de alto padrão para clientes exigentes.

Um produto que não pode faltar é a membrana de vapor, instalado entre a estrutura e os painéis externos. A membrana não permite que a umidade entre nos ambientes e faz com que a mesma saia, uma tecnologia extremamente avançada que torna o sistema extremamente eficaz.

O Steel Frame em nada perde para alvenaria quando trata-se de acabamentos externos, aceitando todo o tipo de aspecto e imitando madeira, tijolos aparentes, granitos, mármores ou superfície lisa.

Imagens de Revestimento Externo Steel Frame

Instalações Elétricas e Hidráulicas

As instalações elétricas e hidráulicas do Steel Frame são idênticas ao da alvenaria, porém apresentam inúmeras vantagens, entre elas, a praticidade e a agilidade na instalação.

São instaladas antes do fechamento das paredes, pois passam internamente entre o revestimento interno e externo. Evitam assim o quebra-quebra na obra visto nas construções convencionais.
Por tratar-se de um sistema industrializado, ele permite um planejamento antecipado via projeto o qual permite deixar pré definidas todas as furações necessárias para a passagem de condutores e canos.
Outra vantagem do sistema é a que a manutenção é extremamente fácil após o término da obra.

Um sistema muito utilizado em construções Steel Frame é o sistema PEX, que tem capacidade de fazer curvas e conduz água quente e fria.

Imagens de instalações elétricas e hidráulicas

Isolamento Termo-acústico

O isolamento térmico e acústico proporciona uma excelente sensação dentro dos ambientes de uma construção realizada em Steel Frame. Além disso, proporciona vantagens também na economia, como por exemplo na diminuição da temperatura na utilização do ar condicionado.
Os produtos utilizados são:

  • Lã de Vidro – Massa de fibras de vidro transformadas em lãs.
  • Lã de Rocha – Fabricada a partir de rochas e outros minerais aquecidos a 1.500 graus.
  • Lã de PET – Fabricada a partir de garrafas PET recicladas.
  • Poliestireno Expandido – EPS ou mais conhecido no Brasil como isopor.
  • Poliuretano – Conhecido popularmente como PU.
  • Spray Foam – Solução mais moderna da fácil instalação, spray que expande através da mistura dos componentes.

Tais produtos evitam a perda ou ganho de calor dentro dos ambientes e diminuem a transmissão de som de um ambiente para outro ou da parte exterior para a parte interior da edificação.

Vídeo da fácil instalação do SPRAY FOAM:

 

Imagens Isolamento Térmico e Acústico

Esquadrias

As instalações das aberturas – portas e janelas – de uma construção Steel Frame é realizada da mesma forma que já conhecemos da construção convencional ou de alvenaria, não necessitando de mão de obra especializada para a montagem dos produtos.

São fixadas diretamente na estrutura de aço que os painéis deixam o vão para as mesmas, sem necessidades de maiores problemas. É recomendado o uso de produto que impermeabilize na união entre o aço e a porta ou janela instalada, como exemplo existe o Flashing, uma fita asfáltica que faz essa função.

Como o sistema é industrializado e os painéis já vão prontos conforme o projeto, as esquadrias podem ser instaladas antes de chegarem na obra, já chegando prontas e agilizando a construção. Ou podem ser instaladas no local. Outra vantagem é que não é necessária a conferência de medidas no local da obra para a instalação, visto que é tudo realizado mediante projeto e construído nas medidas exatas.

Podem ser de qualquer material da preferência do cliente, como alumínio, PVC, vidro temperado ou madeira.

Imagens de Esquadrias em obras Steel Frame

Revestimentos Internos

Os revestimentos, paredes internas e forros são todos realizados com o sistema drywall ou também chamado de gesso acartonado. Após pintados dão a aparência idêntica de alvenaria. Como o sistema é utilizado com placas OSB internas, pode-se pendurar qualquer tipo de objeto nas paredes, como TVs, quadros e móveis.

Imagens de Drywall

Uma boa dica para pisos nos sistemas Steel Frame é a utilização de Pisos Vinílicos.

Além de proporcionarem um design fantástico, tem propriedades acústicas que somados ao restante do sistema geram maior conforto acústico ainda entre as lajes. Mas nada impede que sejam instalados pisos cerâmicos e laminados na construção a seco.

Imagens de Pisos Vinílicos

 

Ficou com alguma dúvida em alguma etapa da obra? Contate-nos no e-mail contato@lightsteelframe.eng.br e também sugira artigos que tenha interesse em aprender! 

O Blog do Light Steel Frame está disposto a ajudar a difundir o excelente sistema de construção a seco no Brasil!

Se diferencie no mercado e fique à frente da concorrência

Confira nossa sessão de Treinamentos Avançados para Construção Civil e fique sempre à frente!  

PUBLICIDADE: 

.              

 

3 comentários sobre “Tire as dúvidas de todas as etapas da obra em Steel Frame: passo a passo definitivo

  1. A membrana de vapor utilizada geralmente é a Tyvec. Vi na minha cidade construtor colocando daquelas aluminizadas. Está correto isso?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *